Google Workspace é liberado para todos com contas grátis

g suite google workspace
Divulgação/Reprodução

O Google Workspace, suíte de apps de produtividade do Google, passa a ser acessível por qualquer usuário que possua uma conta grátis. O anúncio, que também revelou a disponibilidade geral do Google Chat, foi feito nesta segunda-feira (14) pela gigante das buscas em um comunicado. A empresa continuará oferecendo planos pagos para usuários que desejem mais armazenamento, e revelou ainda uma modalidade individual que estará disponível em breve no Brasil.

O Workspace é uma plataforma mais completa que as versões comuns de serviços como Gmail, Docs e Chat, oferecendo uma integração maior entre serviços e até a habilidade de uso de múltiplos recursos ao mesmo tempo dentro de apenas uma aba do navegador. Interessados em usar o Worskpace devem acessar as configurações do Gmail e ativar o Google Chat: a medida desativa o antigo Hangouts e migra todos os serviços conectados da conta para a nova suíte.

Quem resolver experimentar a novidade pode ter alguma dificuldade em notar as mudanças de cara, já que a interface gráfica do Gmail e dos apps que formam o Docs é a mesma. A exceção é o Google Chat, que, para quem não está acostumado, tem um aspecto um pouco diferente no painel lateral do Gmail, quando comparado ao Hangouts.

O que muda de fato é a oferta de recursos mais avançados, como a habilidade de apresentar documentos gerados por Docs, Planilhas e Apresentações direto em chamadas via Meet, mencionar e coordenar tarefas de contatos usando marcações com “@”, além de sugestões inteligentes para e-mails e documentos em geral.

O Google também anunciou novidades para o Google Chat e o Google Meet. O Chat terá uma interface centralizada própria para conteúdo, batizada de Spaces, enquanto que o Meet fica mais parecido com o Zoom, com novos recursos de moderação para salas e calendário.

Embora o Workspace se torne gratuito e acessível para todos, o Google continuará oferecendo planos pagos para clientes que precisem de mais espaço de armazenamento no Google Drive e de funções ainda mais completas. O programa mais barato é o novo Workspace Individual que, no exterior, sai por US$ 7,99 ao mês (R$ 40,58, em conversão direta).

Segundo o Google, o Brasil é parte do grupo de países que estreia o novo programa de assinatura individual em breve. Entretanto, a nova modalidade de assinatura ainda não consta no cardápio de seleção de planos do Workspace.

Com informações de Google9to5GoogleEngadgetThe Verge e TechCrunch

Marcação

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Agregadores

Agregalinks - O melhor agregador de links para blogs

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 4 outros assinantes

Unsupported get request.